≡ Menu

Como é o Organismo Feminino Na Prática

como-e-o-organismo-feminino

Para os homens inexperientes, é bem difícil perceber se uma mulher está fingindo orgasmo ou se de fato o está tendo. E eles também tem expectativas irreais do orgasmo feminino por usarem a pornografia como base.

A questão é que muitos homens não aceitam receber críticas na cama, agindo inclusive com agressividade para com a garota e alguns ficam complexados após cometer alguma falha.

Diante disso, para não ferir o ego do homem e pra não passar por situações estressantes, muitas mulheres optam por fingir o orgasmo e encerrar a transa ruim rápido em vez de apontar pra eles os defeitos ou dizer como gostaria que fizessem.

Nesse artigo você vai entender em detalhes como é o orgasmo feminino para que não precise passar por esse tipo de situação.

Como ocorre o orgasmo feminino e como identificar

Quando uma mulher fica excitada, sua vagina fica molhada e seu clitóris fica inchado. Ela também se enche de sangue, lateja quando a excitação é grande, causa uma certa ereção do clitóris e até mesmo uma “ejaculação” no momento do orgasmo.

Então você pode ter uma ideia de como é o orgasmo pra elas (embora a sensação seja diferente por conta da anatomia do corpo, terminações nervosas, química, questões psicológicas, etc). Mas comparando a si, você pode entender mais a mecânica.

Em algumas mulheres a ejaculação é muito intensa, já em outras é mais sutil. Mas em todas deve ser perceptível que a vagina fica mais molhada durante o clímax, e há o inchar do clitóris.

Isso indica o grau de excitação, e se ela estiver muito excitada não tem porque fingir orgasmo, certo?

Pena que atualmente, com o uso da camisinha, não dê para perceber isto com tanta facilidade.

Lembrando que não é um a glândula específica que o faz, é o clitóris quem deixa a mulher molhada na excitação, e é ele mesmo quem a deixa ainda mais molhada na hora do orgasmo.

Lembrando também, que a mulher pode broxar, perder o desejo durante o sexo e reverter o quadro de excitação. Então pode verificar mais de uma vez como tá indo as coisas.

Resumindo não pode haver excitação verdadeira sem que a mulher fique molhada, nem pode ter havido orgasmo verdadeiro se o clitóris não inchou.

Todavia, deve-se lembrar que há mulheres que já passaram da menopausa ou que retiraram os ovários. Estas, se não fizerem reposição hormonal, tendem a produzir pouca lubrificação, ainda sim o clitóris sempre inchará com a excitação.

Mas talvez a parte mais óbvia seja as contrações que ela tem no orgasmo. Quando uma mulher tem um orgasmo, o diafragma dela se contrai, e o canal vaginal tem muitas contrações apertando seu órgão.

Algumas mulheres conseguem fingir essas contrações se treinarem, mas nunca com o mesmo ritmo e força de um orgasmo real.

Um homem mais experiente poderia perceber facilmente. Então passe a comparar a força e ritmo da contração das mulheres que você fica.

Entenda que o fluxo sanguíneo dela também aumenta então você vai sentir um grande crescimento de temperatura corporal, o corpo dela vai ficar bem quente e tem chances dela suar. Algo que não tem como fingir.

Por fim, é algo intenso, então ela vai ter uma oscilação de consciência por conta do prazer.

Essa parte é bem individual de garota pra garota, mas é perceptível uma mudança no semblante nem que seja por pouco tempo. Como se ela viajasse por uma terra distante, tivesse espasmos, etc.

Não são todas as mulheres que tem orgasmos um após o outro, muitas vezes elas têm só um orgasmo impactante e satisfatório, e ela vai ficar exaurida após o orgasmo e não vai querer que toque no clitóris logo após ter o orgasmo por que ele estará sensível e vai dar choques.

Assim como o homem tem aquela “depressão pós punheta” e a sensibilidade após o orgasmo.

Então quando o orgasmo é real, provavelmente ela vai tomar mais cuidado ou avisar que está sensível. E vai querer ficar deitada, agarradinha, em vez de levantar e fazer outra coisa. A final ela estará fraca e exaurida.

Também é possível que ela tenha um orgasmo curto, de menor escala (um clímax) e não tenha esse impacto todo, e depois possa ter vários clímax sucessivos (tendo vários orgasmos na mesma noite).

Então cabe você se focar nas contrações principalmente, na temperatura corporal, na lubrificação e no inchar do clitóris. Pois são reações anatômicas e portanto universais.

Vamos lembrar que embora ficar ofegante seja algo comum, é algo facilmente fingido.

Os mamilos duros também não são um bom indicativo porque pode ser por conta do frio.

Gemidos, por mais que algumas soltem sons involuntários também não é uma boa base porque isso é o que elas mais vão usar pra fingir. Além disso há meninas tímidas que gozam em silêncio.

As mulheres diferem mais entre si quanto ao comportamento em relação ao orgasmo. Como agem após gozar, se na hora preferem fazer barulho ou não, as expressões que vão fazer, etc.

Orgasmos múltiplos e orgasmo comum

Orgasmos múltiplos diferem dos orgasmos normais por serem uma sequência de vários clímax um atrás do outro. Como vários orgasmos em ondas de prazer cada vez maiores em intervalos cada vez menores.

Chegando a um ponto de prazer extremo. Pra ilustrar é como se altura fosse prazer e ela subisse e descesse em uma montanha-russa que fica cada vez mais alta.

Quando ela tem esse tipo de orgasmo, além do prazer extremo, ela tem a sensação que fez a coisa certa, com a pessoa certa, e vai ter uma crescente sensação de bem-estar mesmo depois do orgasmo em uma sensação de felicidade pura.

Neste momento o corpo dela estará recheado dos elementos químicos que causa felicidade. Obviamente o homem que da isso a sua mulher se conecta a ela muito profundamente no emocional e marca, ganhando muito valor aos olhos dela.

Em contrapartida, o orgasmo comum é uma explosão de prazer que libera as tensões, deixando-a exaurida e relaxada, extasiada de prazer (como nos ficamos também). Mas em um grau menor de prazer, não causa esse laço emocional e não vai durar tanto o bem-estar. Ela volta ao normal logo.

A forma como a mulher chega ao múltiplo varia de mulher pra mulher. Algumas chegam lá por sexo oral, outras pelo ponto G, outras após receber muito tempo de preliminares e então ser penetrada até o ponto Y.

O que todas tem em comum é o preparo. Ela precisa tirar um tempo pra isso, o homem tem que ser paciente e provocar ela de vagar até chegar em tal nível.

Bem como saber o que ela gosta, ela ficar relaxada e ele explorar o psicológico dela no sexo.

Renato Marques
Últimos posts por Renato Marques (exibir todos)

Entendi, mas o que eu faço agora?

Aprendi da maneira mais difícil que mesmo após ter entendido tudo o que está aqui, ainda sim é importante trabalhar o processo de sedução desde o inicio para ter sucesso com as mulheres.

Existem cursos presenciais de ótima qualidade mas que infelizmente possuem preços nem um pouco acessíveis, e portanto muitos homens que precisam desse conhecimento não vão poder ter acesso.

Como sei que é fundamental para ter sucesso com as mulheres aprender tudo sobre atração e sedução, digo por experiência própria que o curso do Bruno consegue te ensinar tudo o que você precisa saber para fazer qualquer mulher sentir fortes desejos por você.

Você vai perceber que os resultados do curso completo são bem mais satisfatórios do que aplicar uma única técnica por vez.

exclusivo