≡ Menu

Como Lidar Com Esposa Que Só Reclama

como-lidar-com-esposa-que-so-reclama

Se é uma coisa que incomoda a maior parte dos homens é uma mulher que reclama por qualquer coisa. E de fato, mulheres reclamam mais do que a gente, motivos não faltam pra isso.

Desde os hormônios desequilibrados, a quantidade de emoções que elas tem mais afinidade, o estresse do dia a dia que as sobrecarrega mais do que a gente em sua maior parte, e é claro, não vamos ser hipócritas, tem nossos erros também. E cá entre nós, não somos santos. Muitas vezes elas reclamam com razão.

Mas isso não muda o fato de que é irritante pra gente e isso desgasta a relação. Por isso neste post vamos focar um pouco sobre o tipo de mulher que vive reclamando do marido. Como devemos reagir a esse tipo de reclamação e o que deve ser analisado e corrigido.

Porque as mulheres reclamam do marido com tanta frequência?

Antes de citar, gostaria que você entendesse que a reclamação dela pode ser racional e lógica, por uma questão prática de um erro seu.

Mas também pode ser um daqueles típicos jogos psicológicos onde ela tenta fazer você sempre parecer errado pra ir atrás delas e te manter com esse sentimento de culpa e desejo de mimar ela (ter poder na relação).

E também pode ser por um simples fator emocional, estresse do dia a dia que ela fez ela ficar uma pilha, efeitos do ciclo menstrual ou até mesmo auto regras que sejam aplicadas a coisas simples do dia a dia, como “a maneira de lavar um copo”.

Obviamente são situações tão variadas que apenas você que vive a situação vai poder dizer qual o caso.

Mas sempre pense se isso é um motivo racional (isto, é, se ela tem razão ou está te dissimulando pra parecer que tem razão). E também observe que se tem algum fator extra que está estressando ela.

A forma de abordar cada caso é completamente diferente. Então tenha isso em mente, mas no geral, os motivos mais comuns são:

Você perdeu valor

Começou demonstrar carência, ser apegado, sufocar ela, demonstrar insegurança e outros mecanismos inversos do valor atrativo.

Isso frustra a imagem do homem pela qual se apaixonou, o que vai fazer ela pegar um certo ranço de você.

Os joguinhos mentais

Como dissemos, ela pode estar usando a tática de te dar migalhas pra fazer você sempre sentir que está “devendo” algo a mais pra ela, querendo agradá-la.

As vezes ela provoca testes de ciúmes ou reclama de algo simplesmente pelo prazer de te restringir e sentir que tem poder sobre você. As vezes só pra te constranger.

Se for de fato um deste e você se deixar ser restringido sem punir ela, o poder pode passar pra sua esposa.

Auto regras ativadas

Já falamos muitos sobre as regras internas inconscientes, nós as temos aos montes. As vezes até aplicadas a lavar um copo.

Observe as crenças sobre “como as coisas devem ser”. As vezes têm coisas no ambiente que afetam as regras internas dela, certos hábitos como a forma que você limpa a casa, a forma que organiza as roupas, etc.

Auto regras são difíceis de mudar e são inconscientes, então é mais prudente evitar pisar no campo minado do que bater de frente com a lógica disso.

Erros seus

Na verdade no caso da mulher que reclama muito esse é o mais provável. Muitas vezes a culpa é sua mesmo. Entre os seus possíveis erros podemos citar:

Erros nos afazeres domésticos: Toalha molhada na cama, esquecer de lavar o prato ou por na mesa, deixar juntar roupa suja, fazer bagunça no guarda roupa, etc.

Esperar por ela ou enrolar: Ficar adiando algum afazer doméstico, dever ou algo que você deveria ter feito e fica empurrando com a barriga. Pior, as vezes deixando pra ela fazer.

Não ajudar ou ajudar com a mentalidade de “ajudar”: Criar filhos, arrumar a casa, lavar as roupas, etc. É responsabilidade tanto sua quanto dela.

Não é uma ajuda, é um dever que você tem que ficar em dia. Se ficar com a mentalidade de “ajudar um pouquinho aqui e ali” você desgasta sua parceria. Divida aos afazeres, isso não é ajuda, é sua função.

Ficar dependendo da esposa: Ficar perguntando onde estão as coisas, querer que ela saiba, ou esperar que ela tome as rédeas na educação do filho ou querendo que ela ache uma solução pra problemas financeiros.

As vezes culpando sem necessidade só pra tirar a responsabilidade de si, se você fizer essas coisas, sua relação não vai durar muito.

Parece óbvio as questões acima, mas muitos homens que foram criados pelos pais ou não tiveram antes na vida esse tipo de dever acham que estão ajudando e são um bom parceiro, quando na verdade ele só fazem “o que lembram” e claramente isso sobrecarrega a parceira pois não é suficiente.

Estresse extra: Talvez o trabalho que a estressa, questões hormonais, talvez até um familiar seu encha muito o saco. O estresse acumula. Se você está na linha de fogo, o cérebro racionaliza que você que é o culpado. Assim ela acha defeitos em você que nem existe. Tente diminuir o máximo atrito da relação.

Traumas: Ela carrega traumas de outras relações. E nos traumas eu me refiro a homens que a abaixavam muito sua autoestima, que a traíram, etc. Ai ela projeta os medos antigos em você.

Como ciúmes excessivo, evitar demonstrar afeto, e fica sempre em guarda. Assim tudo que você faz ela acha que é pra atingir ela.

Negligencia na relação: Pode ser que seu sexo não esteja tão bom, que você deu atenção de mais ou de menos a ela, pode ser que você não note quando ela precisa de ajuda, não conversa quando ela está triste, não presta atenção aos gostos pessoais, necessidades, fetiches, anseios, sonhos dela, etc.

Você tem que conhecer sua parceira. Ver pelos olhos dela. Certamente há coisas que pra ela são fundamentais que pra você são bobagens, mas se é fundamental pra ela é bom você prestar atenção nisso.

Aqui é convívio, presta atenção nela e conversa sobre os pontos que ela valoriza ou que sente falta na relação. Supra o que falta!

Qual a melhor maneira de agir?

Se forem erros seus, o motivo é óbvio. Corrija o erro e não repita. Diga a ela que vai consertar pra dar ênfase nisso e que ela veja a mudança.

Se a reclamação é da toalha na cama, obviamente pegue e diga que não vá fazer mais. E tenha disciplina de se corrigir. Se suspeita que são erros seus, negligencia, etc.

Sente e converse como pessoas maduras. Pergunte o porque dela andar reclamando assim e o que está de errado na relação que a incomoda, o que ela quer que seja corrigido. Anote e mude o que for necessário ser for erros seus. Aproveite e também diga o que te incomoda. Coloquem as cartas na mesa e mudem o necessário.

Se suspeita da falta de valor atrativo, mude seus comportamentos. Empurrar e puxar, criar emoções, uso da extinção, estilo cafajeste de agir, seja aventureiro com ela, comece a ser mais desapegado, firme e não reativo.

Ignore as reclamações e não deixe que elas te abalem. Jamais se irrite! Irritar é ser reativo e portanto uma demonstração de valor inverso. Ignore ou só deixe as reclamações fluírem com o mínimo de reação emocional da sua parte.

Mas mude o jeito de agir com ela pra todos os fatores que elevam valor. Você não vai mudar nada de primeira se esse for o caso, mas conforme você mudas suas atitudes, ela fica satisfeita com você de novo e muda as dela.

Se perceber que ela te faz sentir culpado mesmo se você não é ou ainda que ela está tentando controlar algo em você por puro capricho, então neste caso cabe o uso de punições.

Mas atenção, isso jamais deve ser feito se forem de fato erros seus, apenas se forem exigências absurdas da parte dela.

Se ela apenas estiver sendo mimada, você pode comunicar primeiro que você está ficando incomodado com tantas reclamações, diga que ela deve parar porque ela vai fazer você tomar ranço dela se agir assim.

Ela vai ficar ainda mais chata (isso é esperado), então você mostra o que quer dizer, passa a tratar ela friamente, a procura menos, pede espaço, etc. Ela vai sentir o erro na pele.

Se ela insistir, pode ser mais duro dizendo que está de saco cheio disso, porque tudo dela é birra por coisa pequena, e se vai ser assim você vai tratar ela do mesmo jeito.

Aqui você pode ser bem mais frio e dar um gelo nela, ou ainda um ultimado dizendo que se isso continuar é pra ela escolher se quer ficar com você ou não.

E sim, o casamento pode acabar de fato dependendo do quão decadente estava. Então guarde como ultimo recurso.

Como evitar as reclamações da esposa

A chave para evitar as reclamações da sua esposa está em manter o mesmo valor que você tinha quando ela se apaixonou por você ao mesmo tempo em que não deixa de cumprir as suas responsabilidades como homem e marido, que em um casamento tendem a crescer.

Sua disciplina

Se você é negligente com os afazeres da casa, se depende dela de mais, etc. Ou seja, seja mais prestativo!

Sua negligência com ela

Se está deixando de pensar nela de mais ou ignorando coisas importantes pra ela. Crie conforto e tenha empatia. Tenha certeza de conhecer ela. Tenha dialogo com ela.

Seu valor

Deve estar sempre em alta. Sempre desapegado, confiante, dando provas sociais, sendo aventureiro, colocando emoção nela.

Use empurrar e puxar pra punir a dissimulações dela e recompensar os afetos.

Espelhamento

Aja como ela age. A puna e a recompense na mesma medida que ela faz por você. Não dê a ela mais esforço do que ela merece. Da mesma forma não seja mais apegado a ela do que ela a você.

O estresse

Minimizando efeitos de tudo que estressa (contas, pessoas chatas, etc). Há casais que brigam até por ideologias.

Jogos psicológico

Atente-se se as restrições dela tem alguma lógica ou são caprichos pra te manter atrás dela. Não ceda aos caprichos como restrições e coisas do gênero e puna ela por isso. Seja sempre calmo, frio, confiante e jamais se irrite.

Renato Marques
Últimos posts por Renato Marques (exibir todos)

Entendi, mas o que eu faço agora?

Aprendi da maneira mais difícil que mesmo após ter entendido tudo o que está aqui, ainda sim é importante trabalhar o processo de sedução desde o inicio para ter sucesso com as mulheres.

Existem cursos presenciais de ótima qualidade mas que infelizmente possuem preços nem um pouco acessíveis, e portanto muitos homens que precisam desse conhecimento não vão poder ter acesso.

Como sei que é fundamental para ter sucesso com as mulheres aprender tudo sobre atração e sedução, digo por experiência própria que o curso do Bruno consegue te ensinar tudo o que você precisa saber para fazer qualquer mulher sentir fortes desejos por você.

Você vai perceber que os resultados do curso completo são bem mais satisfatórios do que aplicar uma única técnica por vez.

exclusivo