≡ Menu

Como Parar De Se Auto Sabotar

homem-querendo-chegar-em-mulher

Um dos maiores problemas que os homens tem no flerte (e na vida), é a auto sabotagem.

Pouco antes de abordar ou antes do beijo, eles começam a ter pensamentos que reduzem sua autoconfiança, os fazem hesitar, ter medo ou ansiedade.

Quase sempre esses pensamentos não são tão condizentes com a realidade como soam a princípio, mas mesmo que o homem perceba que eles são até mesmo bi racionais, demanda muito esforço ignorá-los e seguir em frente.

Para evitar esses problemas você vai aprender nesse artigo como parar de se auto sabotar.

O que é por que ocorre?

O termo científico pra auto sabotagem é “distorções cognitivas”. Estas distorções são pensamentos irracionais que surgem na sua mente, numa interpretação errada da realidade e que faz você enxergar apenas o pior lado da situação.

Em outras palavras, é um erro no sistema de interpretação do nosso cérebro. Quase sempre, tem como base ou experiências passadas que você teve ou o seu cérebro nota sua tensão e coloca esses pensamentos pra fazer você recuar.

Esse pensamento surge automaticamente (quase como um reflexo), o que produz a emoção.

E eu quero que entenda, é que a natureza dele é inconsciente. Você pode parecer estar pensando racionalmente e esse pensamento parecer lógico, mas não está sendo racional, na verdade está sendo influenciado pelas mecânicas do próprio corpo (seus pensamentos estão se organizando pra justificar a ação de sair dali).

Alias, é isso que ocorre com as mulheres quando usamos técnicas como espelhamento ou demonstração de valor, uma mecânica inconsciente influenciando a razão.

Uma das melhores formas de lidar com distorções cognitivas, é observar as falhas irracionais delas ou tentar ter um pensamento inverso.

Formas de auto sabotagem

Previsão do futuro – Nessa você geralmente prevê o que pode ocorrer “Ela vai me achar feio”, “ela deve ter namorado”, “Ela é tão bonita que não vai me dar uma chance”, etc.

Você não tem bola de cristal, que base você tem pra dizer isso? Não tem lógica isso, ainda mais porque você sabe que ela reflete o seu comportamento. E mesmo que esteja certo isso nos leva ao próximo.

Catastrofização – Tornar um evento meramente incômodo em algo gigantesco (tempestade no copo d’água). Se ela te rejeitar, elas rejeitou sua técnica, e ainda que ela rejeitasse você, o que isso muda na sua vida? Sua vida continuaria normalmente.

Pensamentos como “e que os outros vão pensar?”, os pensamentos dos outros te afeta em que exatamente? Na sua vida prática? No máximo seu emocional ali, e só porque está dando importância.

Além disso você não pode deduzir que vão te julgar. Mesmo que você sentisse vergonha, entenda que é um sentimento seu que não muda nada na sua vida de fato, ele só ocorre porque você problematiza o fora como se fosse algo desastroso.

O mesmo pra maior parte das coisas que temos medo antecipado.

Ditadura do deveria – Você se cobra. Se cobra em que deveria ser mais sedutor, que deveria abordar cada garota, que deve acertar, etc. Isso lhe causa tensão, o que ativa as distorções como defesa.

Entenda que está aprendendo e relaxe. Vai ser tentativa e erro, você vai levar sim muitos foras, vai abordar de forma desengonçada, mas faz parte.

Então em vez se cobrar resultado, relaxe, ria, e encare isso como uma diversão, quanto mais você se culpar ou se cobrar mais distorções vão vir.

Generalização – Essa é ainda mais inconsciente, de forma que pode nem formar um pensamento com palavras. Mas pode ser que você se recuse a flertar com um tipo específico de garotas ou num tipo específico de lugar por experiências passadas ruins.

“Uma garota alta me rejeitou, então só vou abordar baixas” perceba que isso nem faz sentido, ainda que hipoteticamente você tenha concluído que elas gostem de mais altos, não significa que todas vão te rejeitar.

E se rejeitar também, você não deveria se incomodar com isso, já que você não está atrás de resultado mas diversão, lembra?

Então a primeira dica é anotar todas as suas auto sabotagens, suas distorções, e tentar entendê-las. Achar o que é ilógico nelas e lembrar disso na hora que surgir.

Ah, se parecer muito lógicas e você não acha uma falha, crie distorções favoráveis. No exemplo de pensar “ela vai me rejeitar”, passe a ver cada pequeno sinal como algo positivo, ela olha pra você e você pensa “Ela me quer”.

Mesmo se levar um fora, ok, você está relaxado e sendo autoconfiante, vai saber lidar.

Para mais informações sobre estar distorções, saiba que existe uma classe de psicólogos que se dedicam a estudar especificamente esse fenômeno, a terapia cognitiva comportamental (TCC).

Parar de se auto sabotar na prática

Tolerância – Um cara pode ser confiante num ringue de boxe mas tremer em um assalto. Situações diferentes, reações corporais diferentes. Então simplesmente flerte com muita frequência.

Quanto mais se expor no flerte, mais vai ter que lidar com suas distorções cognitivas específicas, e mais experiente você fica em lutar contra elas no seu dialogo interno.

Bem como vai se tornar menos suscetível a ansiedade. Leia o post sobre ansiedade ao abordar.

Silenciar a voz interna – Em vez de ouvir e pensar sobre, você pode simplesmente dizer ou fazer algo que silencie suas auto sabotagens.

Quando ouvir “ela não via gostar de…” você pensa pra si mesmo “Foda-se” ou “e dai?”. Se for ir abordar, pense frases como “ah, seja o que Deus quiser”.

Você ainda pode observar cada um dos 5 sentidos individualmente respirando fundo pra acalmar a mente ou abordar de impulso quando começar surgir o pensamento. Resumindo, você vai deixar sua voz interna no vácuo.

Jogo interno – As distorções surgem em parte por falta de confiança e preparo. Então você pode investir em você, fazer meditações, visualizações, fantasiar até ter confiança, relaxar, tudo que te equilibrar internamente.

Isso reduz a auto sabotagem. E mesmo se ela vir, o efeito emocional será menor, o que te permite lutar contra ela. Da mesma forma, relaxe, não se cobre e vá um passo de cada vez.

Por isso o artigo sobre como parar de pensar em coisas ruins é especialmente útil para manter o seu jogo interno inabalável.

Energia fria – Sempre citamos a energia fria como parte da técnica de sedução, mas ela também te equilibra internamente, te torna menos reativo ao mundo exterior, e portanto as opiniões.

Então sua mente não vai estar tão acelerada pra te auto sabotar.

Dialogar com a própria voz – Você vai argumentar consigo mesmo, sempre defendendo que você deve abordar a garota, ou defendendo o ponto contra seus pensamentos.

Se você pensa “ela vai me rejeitar” você argumenta “mas se eu ficar aqui não vou conseguir ela do mesmo jeito”.

Pense no resultado de ficar parado e no de ir lá, qual você tem mais chance de ganhar algo? Como citado no início do post, achar os pontos irracionais da sua voz interna.

Enfim, você vai conversar consigo mesmo defendendo que o inverso do que sua auto sabotagem quer.

 Se ela diz que você é feio, ache uma qualidade em você. Se ela diz que tal garota não te quer, lembre de uma que te quis, e ai vai.

Perceba que o foco é no momento antes do flerte por esse ser o momento onde os caras mais se auto sabotam. Mas a mesma lógica se aplica a qualquer situação.

Renato Marques
Últimos posts por Renato Marques (exibir todos)

Entendi, mas o que eu faço agora?

Aprendi da maneira mais difícil que mesmo após ter entendido tudo o que está aqui, ainda sim é importante trabalhar o processo de sedução desde o inicio para ter sucesso com as mulheres.

Existem cursos presenciais de ótima qualidade mas que infelizmente possuem preços nem um pouco acessíveis, e portanto muitos homens que precisam desse conhecimento não vão poder ter acesso.

Como sei que é fundamental para ter sucesso com as mulheres aprender tudo sobre atração e sedução, digo por experiência própria que o curso do Bruno consegue te ensinar tudo o que você precisa saber para fazer qualquer mulher sentir fortes desejos por você.

Você vai perceber que os resultados do curso completo são bem mais satisfatórios do que aplicar uma única técnica por vez.

exclusivo