≡ Menu

Gatilhos Emocionais Da Sedução Entenda o Que são

gatilhos-emocionais-da-seducao

Provavelmente você já ouviu falar que as mulheres costumam ser mais emocionais que os homens, e como isso é uma característica negativa delas.

Talvez você não saiba mas isso é algo positivo especialmente se você como um homem sabe a maneira correta de despertar as emoções pelas quais ela pode se sentir atraída.

Esse artigo vai mostrar de maneira simples os gatilhos emocionais da sedução.

Porque produzir emoções e porque é tão eficiente?

Na verdade isso não é algo que se tem uma resposta clara ainda. Até porque não foi tão estudado. E é algo que possuí múltiplos fatores e varia de pessoa pra pessoa.

Há quem diga que é porque homens e mulheres tem químicas diferentes em seus corpos. Logo, cada um é mais suscetível a um tipo de resposta diferente de resposta emocional.

Homens por exemplo são mais suscetíveis a emoções (e comportamentos) do tipo impulsionadores/estressores, como a raiva, uma sexualidade rápida e impetuosa, paixão, inconsequência, respostas de luta e fuga, etc.

A mulher é mais suscetível a saudade, a evocação de certas memórias, alegria e tristeza, medo, sensações vindas de processos de empatia ou da imaginação, etc. Além do homem ser mais suscetível a visão e olfato, enquanto a mulher é mais ao som e sensações táteis.

Tem a questão dos bloqueios psíquicos, as auto regras, devido a cultura, os homens e mulheres criam regras pra si ao decorrer da vida, auto regras que ficam nos comandando como uma coleira de choque, usando emoções como punição/recompensa.

Então as emoções podem ser usadas pra driblar essas regras (programações orgânicas que temos).

Por exemplo, ela pode ter a auto regra de “não trair”, mas se você fizer ela se sentir bem com você enquanto o outro cara não merece ela, ela vai ficar suscetível a traição (pois você driblou a auto regra). Óbvio que é mais complicado que isso, mas só pra ilustrar.

Outro fator seria o desejo de vida contra o desejo pela morte (um instinto e contradição básica do ser humano).

Dá pra resumir como o desejo de sentir adrenalina e o próprio prazer de sentir emoções, sentir que vivam correndo riscos ou tendo algo diferente do cotidiano.

Mulheres além de terem uma química que permitem elas viverem mais intensamente as emoções de uma relação, elas sempre foram tratadas como uma coisa frágil desde criança (desde brincadeiras ao hobbies adultos, é o homem que se expõe mais).

Então elas sempre viveram uma vida pacata. Um homem que oferece o oposto, isto é, aventura, será um destaque.

O que acontece na prática

Mas ignorando completamente a parte teórica (que ainda é líquida de mais pra se confiar), vamos entender como funciona. Na prática, as emoções vão ser uma ponte. Elas vão permitir que as mulheres se entreguem ao momento.

Não é raro chegar a uma situação, onde um sente atração pelo outro, mas na hora que vai ocorrer o beijo, simplesmente a situação soa estranha. Isso é porque não tem emoção no meio, não há nada pra impulsionar a fazer ela se entregar.

Por isso é burrice pedir pra beijar ou se declarar. Ainda que ela tenha atração, você coloca tensão sobre ela. A tensão que é uma emoção negativa, pode fazer ela dizer “não” mesmo querendo.

Por outro lado, se ocorrer o oposto, criar um clima e beijar, algumas vezes mesmo não tendo atração antes, ela pode passar a ter atração justamente pela emoção gerada. (Mas claro não saia beijando por ai a preparação adequada).

Se temos emoção elas nos impulsionam a fazer aquilo. Mesmo que a lógica diga o inverso. Então ao guiar a uma mulher (alias, até outro homem) a qualquer coisa. Guie as emoções, não a lógica.

Além disso as emoções serão atribuídas a você. Então toda as emoções intensas que causa a sensação de “estar viva” ela só sentira na sua presença. Quando você não está presente ela volta a sua vida pacata, e isso é insuportável. É como um vício em adrenalina.

Um homem que provoca tal estado psicológico vai ser visto como um cara de valor extremo. Não é a toa, que certas mulheres se sujeitam a relações lastimáveis por caras babacas e não conseguem sair da relação abusiva.

Embora tenha sim questão como o financeiro e a autoestima dela, se esse “babaca” está “jogando”, fazendo empurrar e puxar e não apenas punindo. Ela provavelmente sente uma paixão ardente em meio a tristeza.

Óbvio, que não indicamos você ser cruel (é desnecessário), estamos descrevendo apenas a título de curiosidade (pois também não é impossível).

Como usar gatilhos emocionais da sedução

– Todo o conjunto do flerte indireto: Demonstrações de valor, empurrar e puxar, rapport, espelhamento, uso de ironias e sarcasmos, toques, etc.

– Falar de temas com conteúdos afetivos: Sonhos, infância, desejos, fetiches, coisas relacionados a sexualidade, histórias de aventuras, com suspense, inseguranças, segredos, etc.

– Fazer coisas sexuais imprevisíveis: Pedir pra ela fazer coisas sexuais no carro, beijar ela de repente no corredor com muita pegada, talvez fazer sexo numa rua escura, etc.

– Levar ela pra um jantar incrível, fazer sexo, sumir uns dias até ela se incomodar ai depois você aparece de novo com outra noite de sexo quente.

– Ser firme com outros homens na frente dela: mandando a real pra outro cara, seja estabelecendo limites com um amigo ou cortando um cara que estava flertando com ela, depois voltar pra ela sendo dócil com ela.

– Aumentar o tom de voz com ela, ser frio, ou algo do gênero quando ela fizer merda, depois reconciliar dizendo que perdoa ela e fazer sexo na reconciliação.

– Agarrar e mexer ela como uma boneca, pegar no colo, jogar na cama, por no colo, entre outras coisas para que ela sinta no corpo sua superioridade em força física.

– Fazer um empurrar e puxar como ciúmes, como elogiar fisicamente a melhor amiga dela, depois beijar ela dizer que prefere ela.

– Dizer eu te odeio antes de beijá-la

– Usar emoções ruins como o medo ou tristeza (levando-a a um parque de diversões, fazendo algo no trabalho com chance de ser pego, acelerar o carro até ela se segurar no banco, falar do que ocorreria se você ou ela morre-se, etc) e depois dar o oposto, um abraço que transmita segurança por exemplo.

– No sexo tenha pegada, jogue ela de uma posição pra outra, penetre varias vezes e fique pouco tempo em cada uma, fique mudando ela de posição, comandando e ajeitando as posições dela pra ela se sentir dominada, o que é muito excitante.

– Dizer que vai ligar e não ligar, que vai aparecer na casa dela e não aparecer, demorar responder, etc.

– Simbolismos de submissão/dominação, como dar tapa na bunda em hora inapropriada, colocar ela seu colo com uma pegada firme, deixar ela no seu colo na presença de outras pessoas, etc.

– Sacanear a garota: Fazer piadas, críticas, ironias, sarcasmos, etc. Não é maldade, é divertido pra ela estar com um cara que não tem medo de dizer o que pensa e que não põe ela como uma deusa.

Como pode ver, a maior parte das coisas se pauta em empurrar e puxar. Coisa ruim seguida de coisa boa, ou estimular uma emoção ruim como medo, preocupação, insegurança seguido de uma boa doçura, romantismo, prazer, etc.

Perceba que as ruins também devem ser usadas pra isso funcionar, emoções boas são menos intensas que as ruins, então se quer fazer ela se sentir viva, tem que usar as duas. Além disso, não se sente adrenalina (“pulsão de morte”) com emoções boas. E é isso que elas tanto valorizam nos cafajestes. Eles usam emoções ruins e boas.

Gatilhos emocionais da sedução na linguagem

Uma coisa que é fundamental é você mudar sua linguagem. Por natureza a língua é feita pra transferir informações (comunicação). Ou seja, ela é objetiva. Mas pra produzir emoções pela fala você deve alterar o sistema dela pra produzir emoções.

Quando for mudar o padrão da língua pra produzir emoção, você deve:

Descrever sensações internas – Ao contar uma história, você não vai se focar só nos acontecimentos, mas sim em descrever o que sentiu, suas emoções, as sensações sinestésicas dos sentidos (como a luz, o som, o gosto, etc), os pequenos detalhes que leve ela a imaginar a situação (uma roupa caída num canto, a presença de um passarinho, etc).

Ter paixão – Quando for descrever algo a nível emocional, você deve sentir primeiro as emoções que você quer passar. Pra que sua linguagem corporal e a empolgação seja congruente com a forma que descreve.

Vai usar recursos linguísticos – Você pode usar hipérboles (exagero obvio e proposital “Aquele cachorro parecia um demônio”) ou simbolismos e metáforas (“A lua estava tão bela aquele dia, parecia um diamante reluzindo com luz prateada”).

Sub comunicação – Gestos subliminares (que passam uma informação sem percebidos diretamente), como ao dizer palavras como “sabe quando você encontra o cara perfeito” (e você aponta pra si mesmo, de forma que ela mal perceba) ou ao dizer “Quando duas pessoas tem uma conexão intensa (faça o gesto apontando pra vocês dois), o resto do mundo parece não importar”.

Linguagem corporal, tom de voz, nível de empolgação, tamanho do texto, momento que for falar. Tudo isso deve ser calibrado e usado no momento correto.

O que se consegue por tato social, algo instintivo. Todavia, comece a ler e escrever mais. Literatura é uma das áreas que mais exploram esse tipo de fala.

Como exemplo, veja essa descrição sobre Yoga:

“Estou bastante entusiasmado com a Yoga. Eu fiz semana passada com uma amiga em um lugar afastado da cidade junto à natureza, o lugar ideal. Praticamos de frente para uma cachoeira, sentindo a água bater nas rochas e energizar todo o ambiente. Era só nós dois, e a serenidade da mata, isso em total relaxamento. Já sentiu essa sensação de relaxamento pleno alguma vez na vida?”

Renato Marques
Últimos posts por Renato Marques (exibir todos)

Entendi, mas o que eu faço agora?

Aprendi da maneira mais difícil que mesmo após ter entendido tudo o que está aqui, ainda sim é importante trabalhar o processo de sedução desde o inicio para ter sucesso com as mulheres.

Existem cursos presenciais de ótima qualidade mas que infelizmente possuem preços nem um pouco acessíveis, e portanto muitos homens que precisam desse conhecimento não vão poder ter acesso.

Como sei que é fundamental para ter sucesso com as mulheres aprender tudo sobre atração e sedução, digo por experiência própria que o curso do Bruno consegue te ensinar tudo o que você precisa saber para fazer qualquer mulher sentir fortes desejos por você.

Você vai perceber que os resultados do curso completo são bem mais satisfatórios do que aplicar uma única técnica por vez.

exclusivo