≡ Menu

Minha Namorada Não Quer Mais Dar Pra Mim – O Que Fazer?

minha-namorada-nao-quer-mais-dar-pra-mim

O sexo é uma coisa prazerosa que esperamos ter em abundância ao entrar num relacionamento. Mas por diversas questões, o nível da libido dos dois raramente é compatível.

Ou então, por certos fatores, o desejo de fazer sexo dos dois pode ficar bem diferente, diminuindo de mais a quantidade de sexo que o casal vai ter, o que para os homens quase sempre é um fator de stress e frustração.

Acontece, que ele sempre terá uma parcela de culpa, já que a parceira reflete o comportamento dele.

Se você já se questionou o porque minha namorada não quer dar mais pra mim eu recomendo que leia este artigo para só então tomar uma atitude que reverta a sua situação.

Porque ela não quer mais dar pra mim?

Vamos lembrar que as mulheres são diferentes entre si, incluindo na libido. Havendo desde assexuadas a ninfomaníacas. Então você deve considerar se houve mudança ou se isso é dela mesma.

Da mesma forma, considere as variáveis biológicas e ambientais. O período que ela está do ciclo menstrual, se toma algum antidepressivo ou anticoncepcional que reduz a libido, remédio pra ansiedade, se ela está em cansaço excessivo (que também acaba com a libido), se tem stress, preocupações, tristeza, e ai vai.

Você perdeu o valor

Demonstrou muitos mecanismos inversos de atração (carência, medo de perder, caiu nos testes psicológicos, o equilíbrio de poderes pendeu pra ela, você está passando a imagem de derrota, etc). Tudo isso faz você ser menos atraente.

Ela teve alguma desilusão com você

Mas se você fizer algo que vai contra os ideais dela, contra as auto regras ou auto imagem, ou mesmo se você fez algo que é diferente da ideia que ela formou de você.

Ou algo que fez perder a confiança dela ou a magoou. Tudo isso cria uma desilusão nela, ela fica menos motivada a ficar com você. Resumindo, veja se você fez besteira.

Não há emoção

E aqui fica a massacrante parte dos casos e o motivo principal porque a frequência do sexo cai.

O que o corre com frequência é que o cara quando estava namorando, beijava ela de repente com pegada, era romântico antes do beijo, sabia por um clima mais sexual falando safadezas, etc. Ou mesmo, ela o via no “modo flerte”, quando você prestava atenção no que dizia pra causar atração e conforto.

Ai conforme o tempo avança, você se torna desleixado com essas coisas, querendo ir direto por sexo, pulando o conforto e o clima. E como você esta ciente, sem emoção ela não estará suscetível ao sexo. Então crie clima, crie tensão sexual, aja no modo cafajeste, tenha mais pegada, etc.

Além disso, nesse tópico ainda cabe a monotonia. Se vocês não saem, não tem aventuras, o sexo é sempre do mesmo jeito, as falas são sempre a mesma apenas pra satisfazer libido e não pra dar tesão (isto é, um sexo mecânico e frio), se você não tenta satisfazer os fetiches ocultos dela. Então o sexo se torna menos interessante mesmo.

E como é difícil ficar mantendo a criatividade e nem todo mundo se esforça, isso é outro fator que faz a frequência do sexo cair.

Ela te vê como amigo e companheiro e não como amante

A combinação de todos os fatores anteriores. Ela gosta da sua companhia e gosta de você. Mas não sente mais aquele tesão, aquela paixão cheia de fogo.

Ela acaba se esquecendo desse clima de aventura e novidade que existe no namoro pela monotonia e falta de emoção. E sem valor atrativo ou uma visão idealizada de você, é como se você fosse um amigo.

A libido dela é menor e diferente

Verdade seja dita, a libido feminina quase sempre é menos impulsiva que a masculina. Logo ela não se esforçar pra criar clima muitas vezes.

Então tenha isso em mente, a vontade de transar delas nem sempre é do nada como a gente (não estou dizendo que não possa vir), mas é mais instigada pela emoção do que por uma necessidade repentina e impulsiva.

Ela não gosta do seu sexo

Talvez ela não se sinta satisfeita com você. Você faz de um jeito que ela não gosta, você tem durado pouco na cama, tem coisas que ela gostaria que você fizesse e você não é bom.

Se suspeita disso converse, ouças dicas dela, escute calado as críticas (porque se ela as fizer é porque merecem ser ouvidas),e tente consertar o que está errado.

Abrir o jogo nesse ponto, não é insegurança, é maturidade. Mas se ela não admitir algo errado no sexo ainda assim aproveite a oportunidade se ofereça pra realizar alguma fantasia dela ou peça dicas pra próxima vez que fizerem.

Ela vai lembrar disso. Da mesma forma, aprenda e treine coisas novas por você mesmo pra testar com ela.

Quais atitudes você deve tomar?

Verifique todas as possibilidades acima, e conserte o que está errado. Mude sua forma de aproximação, dê mais aventuras e emoção a ela, crie mais clima, tenha mais pegada, seja mais imprevisível, aprende mais sobre sexo (e com aprender, digo desde consultar ela a consultar livros e aprender coisas novas).

Existem conhecimentos milenares e seculares sobre sexo, como tantra, BDSM, artes hindus, shibari, pompoarismo, etc.

Crie mais valor, seja mais firme (autossuficiente, não reativo, etc). Pelos tópicos anteriores você consegue traçar um plano do que deve mudar.

Afaste-se de maneira correta

Dar um momento muito bom e depois se afastar. E o afastar pode ser sério tipo pedir um tempo. “Não é você, sou eu. Eu quero um tempo pra repensar”.

Ignore ela pra por um tempo, faça ela sofrer um pouco. Depois convide ela pra jantar e dê um sexo bom, aprenda coisas novas nesse meio tempo, melhore sua potência sexual e adquira conhecimento.

Dê uma ancoragem pra ela lembrar de você. Como um ursinho de pelúcia com seu perfume (pra extinção ficar mais forte ainda).

Quando voltar com ela, seja outra pessoa. Mais confiante, mais aventureiro, e mantenha toda essa tensão mais cafajeste e imprevisível. Veja o post sobre ser o alpha da relação.

Obviamente, só consertar seus erros e mudar atitudes já podem resolver, não necessitando sempre de uma extinção ou tempo.

É normal a frequência do sexo cair na relação?

É comum e normal. O que não significa que seja bom. Só é comum porque os homens tendem a agir da mesma forma. E só é normal porque é o fluxo padrão de como as coisas ocorrem. Mas não é bom.

O que estou dizendo, só normal e comum, porque a maior parte das pessoas erram nisso. Ou seja, estão todos errados.

As pessoas se desleixam na relação, param de criar emoção, fazem sempre a mesma coisa, esquecem de produzir aventuras, de instigar fantasias, baixam a guarda e deixam transparecer mecanismos inversos dos mecanismos de atração.

Óbvio, é difícil pensar em tudo isso, e a maior parte das pessoas nem sabem de tais fatores, mas se não forem feitos, a relação se encaminha pra algo tedioso ou até mesmo pro seu termino. Por isso os homens reclamam tanto de casamento.

Mas entenda, que há casais de idosos que envelheceram fazendo sexo igual eram jovens na medida que seus corpos permitem, é claro, mas o sexo nunca deixando de faltar.

O motivo é simples, é provável que uma dessas pessoas tinham os hábitos de inovar, de criar emoção, eram aventureiros como parte da personalidade. Eles faziam tudo certo, sem saber que estavam fazendo certo, porque esses comportamentos úteis são parte da personalidade dessas pessoas. E as demonstrações de valor, eram na verdade e personalidade sincera do sujeito (ele não vestia uma máscara).

Por isso que reforço: só procure uma relação quando suas habilidades sociais já evoluíram e você já é esse cara capaz de criar emoção, inovar, seduzir, se aventurar, e os mecanismos de atração você demonstra até sem ver.

Isso porque é muito difícil vestir uma máscara na relação e ficar planejando as coisas todo dia.

Pessoas que não se tornam sedutores (em hábitos, personalidade, jogo interno, improviso, habilidades fluídas), mas agem como sedutores apenas no flerte, tem esse problema na relação.

Quem internaliza os mecanismos desenvolvendo habilidades sociais e uma personalidade aventureira e sedutora, não costuma passar por isso. E pra isso não tem jeito, é aprendizagem prática. Flertar e flertar, até se tornar fluido nisso (bem como é claro, investir em você).

Renato Marques
Últimos posts por Renato Marques (exibir todos)

Entendi, mas o que eu faço agora?

Aprendi da maneira mais difícil que mesmo após ter entendido tudo o que está aqui, ainda sim é importante trabalhar o processo de sedução desde o inicio para ter sucesso com as mulheres.

Existem cursos presenciais de ótima qualidade mas que infelizmente possuem preços nem um pouco acessíveis, e portanto muitos homens que precisam desse conhecimento não vão poder ter acesso.

Como sei que é fundamental para ter sucesso com as mulheres aprender tudo sobre atração e sedução, digo por experiência própria que o curso do Bruno consegue te ensinar tudo o que você precisa saber para fazer qualquer mulher sentir fortes desejos por você.

Você vai perceber que os resultados do curso completo são bem mais satisfatórios do que aplicar uma única técnica por vez.

exclusivo