≡ Menu

Porque Elas Não Gostam Dos Bonzinhos

homem-sendo-rejeitado

Quem nunca ouviu a frase “garotas não gostam de caras legais” ou “garotas gostam apenas de bad boys”? Então vamos a questão: realmente garotas não gostam de caras bonzinhos? Precisa ser realmente ruim?

Esse artigo pretende esclarecer o porque elas não gostam dos caras bonzinhos e mostrar qual o comportamento adequado que atrai as mulheres.

O que significa ser o homem bonzinho

Primeiro é necessário entender que isso não é uma mentira, mas também não é uma verdade completa é uma distorção do que realmente ocorre, essa afirmação na verdade vem de expressões norte-americanas e tem a ver com a cultura deles, por isso quando trazido para a cultura sul-americana, a afirmação é mal interpretada.

Esse cara legal/bonzinho que tanto falamos não se trata realmente do cara ser gente boa ou não mas sim da postura dele.

Esse cara bonzinho que nos referimos se refere ao homem sem coragem de tomar decisões, que obedece sempre as regras com medo de ser punido, tem medo de tocar as mulheres ou falar com elas para não ofender (tem tanto medo de “desrespeitar” que nem atitude toma), tenta agradar continuamente bajulando esperando uma recompensa em troca de simplesmente agradá-la, tenta agradar a todos e é feito de capacho oferecendo ajuda sempre, deixa falar o que quiserem dele e não se defende.

Esse cara tedioso, covarde, sem atitude e bajulador que é o “cara bonzinho” o tipo perfil que sofre bullying nos EUA (que foi onde surgiu a expressão).

Esse perfil é o de um homem que é carente e fica buscando aprovação continuamente tentando agradar logo, reduz todas as características de valor. Mencionei anteriormente sobre a atração vir de demonstração de sobrevivência e reprodução, que tipo de homem você acha que esse perfil seria num mundo primitivo?

Nosso corpo biológico não acompanha a sociedade, se ele seria tratado com lixo num mundo primitivo, vai ser tratado como lixo no mundo moderno.

Quem é o “bad boy”

Por outra vez o “bad boy” que elas gostam, não é o cara que realmente mau e tóxico, é o cara que não tenta agradar, pelo contrário, se ela fizer algo errado ele vai puni-la como você deveria fazer com qualquer pessoa que tenta pisar em você.

Em vez de tentar agradá-la sempre com bajulações vazias ele oscila, se ela tenta agradá-lo ele a retribui se não, ele pune e o comportamento oscila conforme a vontade dele, não dela.

O bad boy não tem medo de falar o que pensa, não tem medo de tocar, não tem medo de falar o que pensa, ele é sarcástico nas suas falas e firme nas decisões, se alguém tenta pisar nele, ele pune, se pessoa não precisa de ajuda, ela que se vire.

Entenda, o primeiro faz tudo pra agradar, é carente, busca aprovação, tem baixa autoestima, qualquer coisa deixa ele desconfortável, e prefere deixar as pessoas fazerem o que quiser do que dar um basta.

O segundo é autossuficiente, confiante, fala o que pensa, ninguém pisa nele, ele é firme e por isso atraente, além disso, o bonzinho sempre vai seguir as regras, então é previsível, inclusive sexualmente falando.

O Bad boy não se apega tanto seguir as regras, então até as aventuras sexuais serão mais emocionantes. O bonzinho vai beijar falando romanticamente e fazer sexo com carinho, o bad boy vai colocar ela na parede com pegada e firmeza, na hora H vai ter tapa, puxão de cabelo e falas safadas. Qual acha que dá mais tesão?

Note que todas as características do bonzinho não são de um cara realmente bom, é de um cara submisso, e as do bad boy não são de um cara mau, mas de um cara firme e assertivo.

“Mas vemos muito mulheres com traficantes e zé droguinhas, porque?” Isso é apenas probabilidade. Veja bem, se um cara não se importa com a lei e moral qual dos dois tipos acha que ele vai ser? Só coincide que o “Bad boy” da expressão e os “realmente caras maus” tenham as mesmas características mas não é uma regra.

Como deixar de ser um cara bonzinho e ser um ‘’Bad boy’’?

Primeiro você vai parar de se importar com o que ela pensa, parar de tentar agradar ela, isso não entra na questão de ser ou não ser agradável, mas de se esforçar pra agradar então não dê elogios vazios do tipo “você é tão linda” ou “seu ex não sabe o que perdeu”.

Não dê ajuda se ela não precisa se for pra fazer será por humor, não realmente pra agradar. Além disso, saiba dar repostas que não sejam mal educadas, mas humorísticas ou assertivas para situações, você não precisa se submeter ou aceitar tudo passivamente, saiba se impor.

Se tiver num momento de que precisa tomar atitude sexualmente falando, não tenha medo de tocar ou falar o que pensa, claro se for o momento pra isso, se der errado, deu e a vida segue.

Não precisa obedecer as regras cegamente e não há necessidade de ser um fora da lei, mas você não precisa seguir tudo direitinho, arriscar faz bem até pra autoestima e autonomia.

Não seja tímido, se comporte espontaneamente, neste artigo eu falo mais sobre como deixar de ser inseguro e tímido e ser extrovertido, mas de maneira bem básica se você não se preocupa em desagradar, não precisa se preocupar com seu comportamento.

Os comportamentos que te distanciam do bonzinho

Para facilitar, há 3 comportamentos que você pode adquirir e treinar.

Primeiro: punir e recompensar que é o maior motivo que gera atração em badboys. Na psicologia, se sabe que depois de várias punições, uma recompensa se torna mias agradável do que se tivesse dado apenas a recompensa.

Daí vem o princípio de empurrar e puxar, a oscilação entre recompensa e punição te torna mais atraente e a pessoa se torna desejosa por suas recompensas, isso não se refere a um relacionamento tóxico e dependente mas algo mais sutil.

Na prática, se estiver conversando com uma garota no grupo de amigos dela (a que você tem interesse), você pode ignorar ela um pouco e dar atenção a outra pessoa, depois voltar a ela, você também pode fazer uma crítica em tom de brincadeira.

Se ela gostar de uma comida estranha você fala “cruzes! O diabo tem inveja de você”, ou algo até mais pesado, mas indireto. Na conversa se surgir um assunto de tipos de pessoa que vocês gostam, você fala o oposto dela (se ela é morena, você fala que gosta de loiras).

As recompensas nunca devem ser elogios bajuladores mas meio que uma recompensa por algo que você gostou, se ela fizer ou disser algo que gosta você pode fazer um cafuné (já escalando toque) e dizer “Isso, boa menina”.

Pode ainda fazer as duas coisas juntas, como após dizer algo que você gosta abraçar ela e falar “oh, ela é tão fofa” ai você afasta ela se virando pra outra pessoa e diz “nem parece que é ariana”.

Esse tipo de “empurrar e puxar” que você vai manter. Substitua isso por qualquer elogio ou tentativa de agradar, você verá um aumento na sua autoestima e interesse dela, bem como vai ser mais divertido pra todos.

Segundo: saiba desbancar a garota sendo não reativo, veja bem, já mencionei em artigos anteriores que garotas fazem testes pra desbancar os homens inconscientemente, inclusive pra ver se você é o “bonzinho”, outro fator é que via de regra sempre que você flerta com uma garota, ela se acha superior a você.

Para ela é você que busca aprovação, desbanque ela sendo não reativo, devolvendo criticas, ou durante a conversa você usando criticas antes dela, você pode dizer “adorei seus olhos, meu favorito é o esquerdo”.

Ou seja, se ela falar coisas como “você é estranho” você poderia dizer “ou você pode está atraída por mim. Se tiver interessada, eu posso te dar uma chance”. Um “eu tenho namorado” (em forma de corte, sem você estar flertando) poderia ser respondido “desculpa, não curto nada a três”.

São exemplos do tipo de respostas e criticas que devem fazer parte de seu comportamentos, você é de certa forma ‘’babaca’’ mas ainda é “legal”.

A terceira coisa é a firmeza pra cortar, se ela ficar querendo ligar querendo consolo ou um colo pra chorar dizendo “Ah, meu rolo lá deu errado e tal”, em vez de você dizer algo como “ele não sabe o que perdeu” você diz “ah, achei que era algo importante. Mas se quiser se animar, pode me acompanhar. Vou sair daqui a pouco”.

Por último, se achar que construiu atração, conforto e está na hora do clima sexual, não tenha medo de dizer coisas, “Você fala muito” e avançar de vagar pra beijar ou “quer saber o que estou pensando? Que já passou da hora de eu te beijar, vem ca”, não precisa ter medo de demonstrar seu desejo.

Pequenas coisas, que mudam a imagem que as pessoas têm de você, se tiver muita dificuldade com isso a terapia cognitiva comportamental (TCC) é uma terapia voltada principalmente para o treino de assertividade (capacidade de se impor). E lembre-se que não é o que você diz mas como diz

Renato Marques
Últimos posts por Renato Marques (exibir todos)

Entendi, mas o que eu faço agora?

Aprendi da maneira mais difícil que mesmo após ter entendido tudo o que está aqui, ainda sim é importante trabalhar o processo de sedução desde o inicio para ter sucesso com as mulheres.

Existem cursos presenciais de ótima qualidade mas que infelizmente possuem preços nem um pouco acessíveis, e portanto muitos homens que precisam desse conhecimento não vão poder ter acesso.

Como sei que é fundamental para ter sucesso com as mulheres aprender tudo sobre atração e sedução, digo por experiência própria que o curso do Bruno consegue te ensinar tudo o que você precisa saber para fazer qualquer mulher sentir fortes desejos por você.

Você vai perceber que os resultados do curso completo são bem mais satisfatórios do que aplicar uma única técnica por vez.

exclusivo