≡ Menu

Relacionamento Aberto da Certo ou Não

relacionamento-aberto-da-certo-ou-nao

Com a demonização do ciúmes e a queda da moral e da tradição, bem como o fato das mulheres terem mais liberdade sexual atualmente e reconhecendo seu potencial de sedução, muitas pessoas estão aproveitando para em vez das relações tradicionais, buscar por relacionamentos abertos.

Relações abertas tem lá suas vantagens e desvantagens, então se você tiver o perfil pra isso, convém pensar na possibilidade.

Nos parágrafos a baixo você vai entender, baseado nas principais características, se um relacionamento aberto da certo ou não para você.

O que seria um relacionamento aberto na prática?

É simples. Vocês estão namorando e tem um vínculo. Mas podem ficar com outras pessoas. Não há o compromisso da exclusividade. Ela pode transar e sair com outros homens. Você pode sair e ficar com outras mulheres.

É diferente de uma ficante, pois uma ficante é só uma garota que você fica uma vez o outra. Não há um vinculo.

E diferente de uma amizade colorida, porque numa amizade colorida não há vínculo no sentindo de ser um namoro (com romantismo, sentimento e parceria na vida).

Em um relacionamento aberto você namora ela. Há romantismo. Podem viver na mesma casa. Tem perspectiva de futuro junto.

 O que vocês não tem é um compromisso de exclusividade sexual em nenhuma das partes.

Claro, amizade colorida e ficantes também são formas de relações abertas, mas com essa todo mundo já está acostumado e sabe como funciona. Esse terceiro nível é menos explorado.

Importante lembrar que relações abertas também tem regras estipuladas pelo casal, como não ficar com parentes, amigos, colegas de trabalho, etc.

Se pode ou não trazer os ficantes da rua pra casa, se tem chance de rolar ménage, se vocês podem ou não se envolver sentimentalmente com os amantes de fora da relação, etc. Tudo é estipulado antes e vai do casal quais limites que devem ser respeitados.

Vamos lembrar também que relacionamento aberto é diferente de poliamor. Poliamor é um namoro que envolve 3 ou mais pessoas (essas pessoas podem ou não ficar entre si). Mas é fechado para esse grupo.

Ficar com uma quarta pessoa por exemplo, num relacionamento de 3 seria traição, igualmente a uma relação tradicional. Poderia ser 3 pessoas, 2 homens e uma mulher. Ou 3 de um homem e duas mulheres. Ou ainda, 2 homens, 4 mulheres (6 pessoas). E ai vai, mas poliamor ainda é fechado.

Vantagens, desvantagens e demais aspectos

Mais opções de sexo: Você vai poder fazer sexo com outras mulheres. Claro, isso é uma desvantagem se você não for bom em conseguir ficantes.

Porque sua parceira transaria com vários e você não. Então você também deve ser bom na conquista pra poder aproveitar.

Válvula de escape: Pode ir pra suas amantes quando sua parceira não quiser sexo ou brigarem.

Liberdade: Pode sair e ir pra qualquer lugar, mesmo se for lugares de temas “adultos”, não precisa dar explicação.

Existe ciúmes: Ciúmes é uma auto regra, e portanto automática, irracional e inconsciente. Como também possui característica evolutiva que não se anula.

Ou seja, mesmo que esteja estipulado racionalmente, ambos ainda sentirão ciúmes e haverá estresse. Pra relação dar certo, depende da capacidade dos dois de lidar com as próprias emoções.

Há sentimento e portanto mágoas: Sendo um relacionamento, e não uma ficante, haverá afeto, e o afeto causará ciúmes e magoas facilmente.

Afinal ainda há um compromisso a nível afetivo de apoiar um ao outro, dividir responsabilidades, etc. E como a há sentimento, vocês vão se importar com o outro.

Rivalidade: O ser humano sempre se guia para o que é mais prazeroso. Então pode ser que um dos dois faça mais sexo com os (as) amantes mais do que o (a) parceiro (a) da relação.

Por exemplo, usando amantes pra satisfazer o sexo e o namorado (a) pra satisfazer a carência.

Crítica social: Obviamente você vai ser duramente criticado pela sociedade. Amigos e parentes.

Enfraquecimento de vínculo: A proposta embora seja vínculo emocional e sexual, mas não exclusivo justamente por ter mais opções, isso diminui o medo da perda.

Logo, enfraquece o vínculo emocional dos dois, pois ele está sendo dividido por mais pessoas.

Relacionamento aberto funciona ou não?

Depende das pessoas. Pode funcionar? Pode. Pode ser um desastre que termine em ódio? Pode também.

Pra esse relacionamento aberto funcionar nenhum dos dois pode deixar se levar por ciúmes. O autocontrole disso deve ser grande e magnitude das emoções (do ciúmes) deve ser pequena o suficiente para não causar sofrimento.

Não adianta nada se controlar pra não brigar, mas sofrer calado. Ambos vão ter que saber lidar com isso.

E isso depende muito mais da história de vida de cada um, de como suas auto regras se formularam ao longo da vida do que um processo racional.

As pessoas que são suscetíveis a esse tipo de relação não tem dificuldade pra se acostumar, porque naturalmente não são tão apegadas.

Os dois devem ter grande capacidade de seduzir. Ter muitos contatos, ficantes ou capacidade pra fazer sexo com pessoas novas quando quiser. Do contrário, um vai sair se divertir e o outro ficaria em casa frustrado.

Deve haver respeito. Esse tipo de relação é delicada. Quebrar as regras estipuladas anteriormente pode fazer isso virar uma bola de neve e dar uma liberdade que não foi combinada.

Pra tudo tem limite. Trazer uma terceira pessoa pra casa por exemplo. Já envolve sua vida pessoal com ela.

Ambos devem ser desapegados. Obviamente vocês terão afeto e sentimentos. Mas ambos devem considerar que podem acabar a relação quando for necessário.

Se apaixonar e ter dependência emocional nesse caso, vai fazer a relação ser mais tóxica do que uma tóxica seria na tradicional. Porque o mais desapegado percebe que outro não vai largar mesmo que quebre as regras e o desrespeite.

Concluindo: É possível? É. Eu recomendo? Não. Como pode ver tem tudo pra dar errado. Mas no contexto raro onde ambos tem o que é necessário (o que foi citado a cima), até a vale a pena tentar.

Renato Marques

Entendi, mas o que eu faço agora?

Aprendi da maneira mais difícil que mesmo após ter entendido tudo o que está aqui, ainda sim é importante trabalhar o processo de sedução desde o inicio para ter sucesso com as mulheres.

Existem cursos presenciais de ótima qualidade mas que infelizmente possuem preços nem um pouco acessíveis, e portanto muitos homens que precisam desse conhecimento não vão poder ter acesso.

Como sei que é fundamental para ter sucesso com as mulheres aprender tudo sobre atração e sedução, digo por experiência própria que o curso do Bruno consegue te ensinar tudo o que você precisa saber para fazer qualquer mulher sentir fortes desejos por você.

Você vai perceber que os resultados do curso completo são bem mais satisfatórios do que aplicar uma única técnica por vez.

exclusivo